Um dia inesquecível

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Como todos os contos que já li, não vou ficar aqui esticando muito para contar o principal que de fato aconteceu que incendiou nossa vida sexual, pois minha esposa mulata de pernas grossas e cabelos encaracolados, xaninha fechadinha e depilada jamais aceitou a ideia de ter relações com outro macho; ficávamos apenas na fantasia quando transava e eu dizia para ela imaginar um outro homem e ela ficava acesa e rebolava freneticamente e gozava muito, gemendo e dando gritinhos abafados de prazer. Assim foi que certa noite, ela me confessou que essa fantasia estava mexendo com ela e que se eu estava dizendo isso era porque eu queria de verdade e que se eu não ficasse esperto um dia eu teria uma surpresa. Fiquei um pouco preocupado pensando que talvez ela já estivesse me traindo, mas mesmo assim aquilo me encheu de tesão no momento.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Certa tarde recebemos a visita de vendedor de seguros que morava na mesma quadra , mas que nós não conhecíamos. Ele disse para darmos preferência quando fossemos fazer o seguro de nosso carro, pois ele tinha essa segunda fonte de renda, já que era contabilista. O sujeito era moreno bem escuro, parecia ter em torno de cinquenta anos, cabelos apresentando grisalhos, bem vestido socialmente, estatura média e bem forte e seu sorriso mostrava confiança e austeridade. Néia (o nome dela) observava ele sentado no sofá sentado à nossa frente e pude ver que estava bem receptiva e bem alegrinha, e não pude de deixar de ver que sua “mala” fazia um grande volume no meio das pernas, fato que foi me deixando alerta. O Senhor Michel foi embora, deixando seu cartão e ficamos ali apenas comentando sobre o cálculo do seguro.

Tive que fazer um curso da minha empresa de uma semana na capital e viajei num domingo à noite. Como o curso terminou antecipadamente na quinta -feira, peguei o primeiro ônibus de manhã na sexta e cheguei na minha cidade no começo da tarde.  Cheguei em casa, abri o portão social e fui entrando para fazer uma surpresa para Néia, mas quem teve a surpresa foi eu. A porta da sala estava apenas encostada e ao entrar ouvi alguns risos e sussurros vindo do nosso quarto. Fui devagarinho até a entrada e vi o Sr. Michel sentado na beira de cama ainda de roupa e ela sentada em seu suas pernas de calcinha e sutiã de frente para ele como se estivesse namorando, beijavam longamente enquanto passava suas mãozinhas pelo seu peito, abrindo sua camisa e alisando os pelos do seu tórax. Fiquei paralisado e em silêncio, com um tesão imenso, vendo ele segurando suas costas com aquelas mãos grandes, suas línguas se entrelaçando. Ele desabotoou seu sutiã e acariciava seus seios, abaixava a cabeça e sugava com carinho cada um, momento em que ela gemia e jogava a cabeça para trás. O quarto na penumbra e eu ali parado olhando apenas com meio rosto, eles não me viam e resolvi continuar para ver tudo.

Ele se levantou e ela foi ajudando a tirar primeiro a camisa e ainda beijando seu peito peludo, passou os lábios pelo seu umbigo e abriu a cinta da calça, ajoelhada à sua frente esfregou o rosto por cima daquele volume, passou suas mãos alisando por cima da calça, segurou alguma coisa e mordiscou vagarosamente o tecido. Estava me deixando louco e já naquele momento eu alisava meu cacete. Então deixou cair as calças e ficou ali se esfregando em sua cueca, alisava freneticamente toda aquela massa, apertava enquanto o sr. Michel balbuciava e gemia de prazer. E assim ele não resistindo arrancou a cueca e deixou saltar seu membro para fora que chegou a dar uma chicotada em sua carinha. Era algo enorme, parecia uma mangueira grossa que devia ter uns 20 cm, a cabeçorra de um roxo avermelhado tinha a largura de uma lata de cerveja, Néia alucinada, segurou a base daquele mastro , lambia e chupava desde a cabeça até o saco, ergueu aquilo para cima de meteu a língua por baixo. O Sr. Michel gemia igual a um suíno e estava para explodir. Ela então virou de costas para o sr. Michel e procurou encaixar sua bundinha naquela verga, se esfregando ainda de calcinha com os braços para trás do pescoço dele e virando a cabeça para trás para chupar sua língua. Era uma cena de luxúria e quando vi seu pau sair na frente dela apertando sua xaninha já melada, afundando a lingerie em sua grutinha, fui ao delírio. Ela ali de costas se esfregando, gemendo e aquele homem com o cacete manobrando desde sua bunda até sair na frente foi demais, tirei meu pau para fora e comecei a punhetar para valer.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Nesse clima, ele a ergueu e a colocou de costas na cama e foi tirando sua calcinha já molhada, abaixou entre suas pernas e chupou sua xana com vontade, Néia se retorcia e tenho certeza que já tinha gozado umas duas vezes. Depois ele se inclinou para ela pegou seu rosto com as duas mãos e beijou sua boca, foi abaixando beijou cada seio, beijou seu umbigo. Pegou na base do seu pau e foi direcionando para a entradinha, colocou a ponta e começou a pincelar, Néia implorava para ele enfiar logo. Não acreditava que ela aguentaria aquela trolha mas ele foi penetrando devagar para dentro da minha amada que se se contorcia ao encontro dele que ainda tirava um pouco para fora e depois enfiava tudo outra vez, seu saco batia na entrada , ficaram assim fodendo por uns cinco minutos até que de repente como ele já não aguentava mais, acelerou e os dois ao mesmo tempo gritaram e ele deu urro de animal, deu estocadas fortes se afundou nela e os dois ficaram se retorcendo voluptuosamente enquanto gozavam alucinadamente! Não aguentei mais e esguichei no chão, me equilibrando para não fazer barulho e ainda vi ele tirando aquela corda grossa pingando, acariciou seus cabelos, beijou a boquinha dela carinhosamente e ela toda lânguida sorrindo, o rosto brilhando de felicidade e realizada. Limpei o chão rapidamente e sai dali como se nunca tivesse visto aquilo, peguei minha mala e fui para a rua para fingir que estava chegando mais tarde, esperei ele sair e algum tempo depois cheguei.

Ela me recebeu com os cabelos molhados pois havia tomado banho, o quarto estava todo arrumado e ela me disse que estava me esperando para chegar no sábado mas que estava feliz e com muita saudade. Naquela noite tivemos uma noite especial com aquelas imagens na cabeça.  No dia seguinte ela me disse que tínhamos que conversar um assunto muito sério e então me contou que o Sr. Michel esteve lá, para ver se já tínhamos decidido sobre o seguro, mas que ela já sabia o que ele estava realmente querendo. Disse que em um determinado momento, ele sentado na sala e ela usando uma saia jeans curta ele começou a elogiar as pernas dela, dizendo que estava bonita e atraente, e, dizendo isso o volume da sua calça aumentou e ele alisou o pau descaradamente, despertando a curiosidade e ela disse que era uma mulher séria mas que tinha achado um homem atraente. Foi a dica para ele se levantar pegá-la pela cintura e apertar contra seu corpo e aí pensando em todas as coisas que eu dizia para ela, não resistiu e se esfregou nele enquanto ele já a abraçava beijando e apalpando sua bunda com suas mãos, dali em diante a transa rolou solta. E foi assim, que me contou tudo, inclusive os detalhes e ainda me disse que foi o que eu sempre queria, mas que jamais isso aconteceria de novo, porque nossa união era mais importante. Depois desse fato, nossa vida sexual, nossas transas são cada vez mais prazeirosas e com muita fantasia, nunca falei para ela que eu tinha assistido tudo, talvez um dia eu conte e possamos até chamar alguém especial para participar.

Conto enviado pelo nosso leitor Itamar. Obrigado

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

One comment

  1. Amei a historia e fale pra ela, a cumplicidade será melhor e você mesmo não assumido pra ele que aprecia a esposa na vara de outros, você pode ser o marido voyeur e depois é só curtir a bocetinha da esposa que já foi bem comidinha por outro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Atenção!

O site rabiscosecontoseroticos.xyz foi descontinuado, apartir de hoje todos os contos será inseridos num novo domínio.

Novo domínio é contoseroticosvip.com 

Se quer continua a ler os nossos contos que diariamente sai um conto novo aceda então ao novo site/domínio.

Administração Contos Eróticos