Primeira vez com meu novo namorado

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Olá, meu nome é Érica e namoro com Joni faz um ano hoje. Vou contar tudinho para vocês como foi nossa 1° vez. Sou negra tipo chocolate, alta, pernas bem grossas, seios médios, cabelos compridos e uma boca bem carnuda. Adoro sexo cheio de safadezas. Amo chupar uma rola dura e ser chupada até gozar. Conheci Joni no aniversario do meu irmão. Percebi que ele me olhava com interesse e achei-o bem simpático. Peguei um pratinho, fui até a churrasqueira, coloquei carne e fui levar para ele. Joni agradeceu e me convidou para sentar ao seu lado. Começamos uma conversa sobre musicas, poemas e coisas sobre artes. Joni era roqueiro e eu também amo muitas coisas do rock. Joni era separado e eu fazia um tempo que tinha saído de um relacionamento . Conversamos bastante e na hora de ir embora me convidou para um encontro. Topei por que tinha gostado dele. Ele era mais baixo que eu, mas era uma simpatia. Muito carismático.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Joni foi pontual e na hora marcada me pegou na minha casa. Entrei no carro e trocamos um selinho. Estávamos os dois com roupa preta. Rimos disso e falei para ele que tudo era preto. Minha saia, blusa, lingerie. Fomos numa lanchonete. Na hora que saí do carro ele me pegou na mão e entramos de mãos dadas. Sentamos numa mesa, pedimos uma porção de queijo e cerveja. No meio da conversa Joni tirou do bolso um pequeno embrulho e me deu. Era um lindo colar de sementes que ele mesmo tinha feito. Retribui o presente com beijo bem suave em sua boca. Na saída antes de entrarmos no carro Joni me abraçou e trocamos um beijo bem ardente com nossas línguas se gladiando. Me deu tesão na hora e em Joni também, porque senti seu pau duro se esfregando nas minhas pernas. O beijo foi bem demorado e bem gostoso, com nossas mãos alisando as cinturas, acariciando os cabelos. Joni convidou para irmos para um lugar mais tranquilo. Entramos no carro e eu dei uma de difícil, mas estava doida pra chupar aquela vara e ser chupada. -É nosso primeiro encontro, disse eu. Leva-me pra casa, meu amor. Eu estou apaixonado por, você Érica, disse ele, chupando meu pescoço e alisando minhas pernas. A hora que ele levou sua língua para minha orelha não aguentei. Arrepiei-me toda e gemi de tesão. Ele ligou o carro e saímos de frente da lanchonete. Sabia que ele me levaria para algum motel. No caminho enfiei minha mão por baixo de sua camisa e alisava seus mamilos e pelinhos do tórax. Faz tempo que não faço amor, me confessou. Eu também estava a um bom tempo sem sexo.

Entramos no quarto do motel e ele era lotado de espelhos, até no teto. Cama redonda. Duas escadas inclinadas com três degraus altos encostados em cada lado da cama. Começou o amasso com roupa e tudo. Joni enfiou sua cabeça debaixo da minha saia por trás e começou a lamber minhas pernas começando nos joelhos e subindo até relar na minha calcinha preta de rendas. Virou-me e fez o mesmo na frente. Tirei minha saia e a blusa do Led Zepelin de Joni Chupei seu pescoço, desci nos mamilos e suguei bem de leve passando a ponta da língua Desci para sua barriga e umbigo. Eu sabia usar e muito bem minha língua. Abaixei suas roupas, segurei aquele pau com a cabeça dura e vermelha e abocanhei. Passei a lingua na glande e desci até embaixo. Não era uma rola grande, mas era grossa. Eu sou maestra em deixar um homem louco com minha boca. Passava a língua na vara com ela dentro da boca e apertava com os lábios.

Com uma das as mãos acariciava as bolas do saco grande do meu parceiro e com a outra acariciava suas pernas e bunda. Os gemidos de Joni eram altos e isso me dava mais tesão ainda . Que boca macia ele gritava. Chupaaaaaaaaaaa, amor, assim, Aquele membro com dureza aveludada na minha boca estava me deixando doida. Joni tirou a rola da minha boca, me empurrou pra cama e me disse. Agora é minha vez, Érica. Me virou com a bunda pra cima, deitou com o membro quente no meio das minhas pernas e lambeu minhas orelhas, foi para minha nuca beijando e lambendo sem pressa para descer. Aquela boca e língua na minha nuca e pescoço estavam uma delicia. Eu suspirava e gemia. Seus lábios desceram para minhas costas, hora subia , hora descia pra minha cintura. Beijou bastante minha bundinha e me virou de frente. Deitou em cima e me deu um beijo bem ardente esfregando a rola na entrada buceta toda molhada. Repetiu o que tinha feito atrás bem devagar, meu pescoço, cintura barriga, meu umbigo e subiu para os seios. Com as mãos ele me puxava pela cintura esfregando sua vara em mim e com a boca lambia e sugava meus seios. Eu me requebrava toda e gemia alto. Ele sabia chupar meus mamilos.

Desceu lentamente me lambendo a cintura toda. Foi para meus pelos suaves e chupava em volta do meu clitóris, me judiando. Lambeu minha virilha e voltava pra em volta dele. Não aguentava mais, queria aquela boca na minha buceta. Não aguentei maise gritei. Me chupa a buceta, filho da puta, vai, me chupa. Peguei a sua cabeça e levei onde queria. Joni começou a chupar meu clitóris e eu direcionei onde sentia mais tesão, naquele ponto Ele percebeu onde eu queria e me lambeu com maestria. Com as mãos ele alisava minha bunda, hora os dedos faziam carinho no meu rabo. Estava gostoso demais. Estava a mil, pois fazia tempo que não metia. Eu não aguentei mais e soltei um grito AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, chupa, seu puto, me chupa, vou gozar na sua boca, Chupaaaaaaaaaaaaaa.

AHHHHHHHHHHHHHHHHH. Gozei bem gostoso, Gozo farto. Foi a melhor chupada que me deram. Esperei um pouco pra me recuperar. Tinha planos para Joni antes de ser penetrada. Sempre tive uma tara pelas bundinhas dos meus parceiros.

A hora que me recuperei comecei a lamber os mamilos de Joni e desci para seu pau.- Agora é sua vez de gozar na minha boca, falei. Comecei a lamber a caça vermelha com a língua e desci até encostar os lábios no seu saco. Aquela rola não era comprida, mas também não era tão curta. E era grossa. Senti a cabeça daquele pau na minha garganta. Segurei até o fundo por alguns segundos, com as bolas encostadas nos meus lábios. Joni tremeu de tesão e gritou. Vai sua puta, engole sua cadela, mais, vai ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh. Que tesão. Ele ia gozar, mas eu parei. Ele estava fora de si com tanta tesão que eu achei que era o momento de eu fazer uma coisa com Joni .

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Realizar a minha fantasia .Eu não sabia que reação ele teria. Eu fui para as bolas dele e coloquei elas na boca. Joni gemia e eu adorava seus gemidos. Eu queria fazer uma coisa que nunca tinha feito e sentia a maior tesão em fazer. Chupava as bolas e desci para o perinio, Percebi que ele estranhou mas gemia. Estava com tesão demais e eu também. Com minhas mãos fui para o pau duríssimo de Joni e lambia entre seu cuzinho e suas bolas. Em certo momento taquei a ponta da minha língua em suas pregas. Ele gemeu mas queria recusar. Deixa , amor. Por favor. Ele deu uma retirada, mas eu com minha lingua pontuda fui de novo. Dava mordidinhas na sua bunda e voltava com a língua em seu cuzinho. Ele começou a gemer forte, soltava ais e gemia muito com minha língua em seu rabo. Eu estava quase que gozando de novo de tanta tesão em chupar aquele rabo.. Ele estava em minhas mãos. Faria tudo que eu quisesse. Coloquei os dois travesseiros na barriga de Joni para sua bundinha ficar bem rebitada. Que delicia ver seu rabinho rebitado – Você vai gozar que nem um cavalo amor.

Que bundinha gostosa a dele. Minha lingua deixava ele cada vez mais fora de si de tanta tesão. Ele começou a se requebrar de leve sem perceber na minha boca. Lábios e lingua úmida no seu cuzinho . Eu perguntei,. Quer que pare amor?. Ele não conseguia responder, só gemia. Nunca ia querer parar. Quando percebi que ele ia chegar perto do gozo, fui para seu pau, salivei meu dedo. Abocanhei com todo carinho e engoli inteiro até encostar no seu saco , e enfiei meu dedo em seu anus, Nem dava pra ele recusar eu tinha dominado ele totalmente, Ele gritava , gemia, comecei um vai e vem, girava o dedo para esquerda e direita e chupava sua rola com gosto. Eu fazia o vai e vem com o dedo e ele começou o vai e vem do seu pau na minha boca. Senti que ele ia gozar. Na hora que gozou encheu minha boca de porra e gritou alto Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh. Que acho que o motel todo ouviu. Pùta, puta gostosa, ai amor, vai, mais, mais. Ele tremia na hora do gozo. Encheu minha boca de porra.. Estava fora de si, quase desfaleceu na hora de gozar de tanta tesão. Com um restinho de esperma eu beijei sua boca. Tinha conseguido realizar minha fantasia com aquele cara maravilhoso. Esperei ele se recuperar e fomos tomar um banho juntos. Eu queria mais e ia ter muito mais. Estava delicioso. Queria aquela rola gostosa dentro de mim.

Deitamos juntinhos de mãos dadas e conversamos um pouco. Fui para os lábios de Joni e comecei a beija-lo enquanto pegava sua vara e alisava, Ela começou a ficar dura de novo. Dei mais umas chupadas e deixei Joni de barriga pra cima e sentei devagar na sua pica até encostar, Aquela rola dura dentro da minha buceta foi me dando maus tesão e comecei a rebolar naquele cacete. Cavalgava, rebolava, subia e descia. Joni apertava forte minha bunda , hora segurava meu seio, hora alisava minhas pernas. Deitei e Joni veio por cima. Coloquei minhas pernas em seu pescoço e ele fincou aquela vara dura de uma vez na minha buceta molhada ate´encostar as bolas no meu cuzinho. Eu requebrava instintivamente e Joni subia e descia com força. Eu gritava – Soca sua vara, soca filho da puta. Com mais força.Vai enfiaaaaaa bem no fundo. Vai, enfiaaaaaaa. Hummmmmmm Que delicia. Eu ia gozar de novo. Cravei minhas unhas em suas costas e puxei meu parceiro com as pernas cruzadas em suas costas e segurei. Tinha gozado, mas queria mais.

Abocanhei seu pau de novo e caprichei como nunca na chupada. Ele gemia alto e falava palavrões. Percebi que Joni ia gozar de novo e parei. Deitei de bunda pra cima e comecei a ficar de quatro. Rebitei bem minha bunda gostosa pro alto. Ele entendeu o que eu queria. Lubrificou bem meu cuzinho com saliva . Vai devagar amor, pedifui de novo com a boca em sua pica e lambuzei bem com minha saliva. Fiquei de quatro de novo e comecei a sentir a cabeça vermelha esfregando na porta do meu rabinho. Ele forçou e a cabeça entrou um pouco. Ai, ai, ai. Tá doendo. Ele esperou e forçou mais um pouco. Tava doendo muito,mas eu queria aquela pica no meu cu. A cabecinha tá entrando, Érica. Já passou. Vou colocar mais um pouco. Senti seu pau começar a invadir meu rabo. Põe mais um pedaço amor. Ele enfiou mais um pouco e a dor deu lugar para a tesão. Sentia cada milímetro daquela pica no meu cu. Enfia tudo com calma, amor, vai, enfia. Ele enterrou aquela vara grossa bem devagar até encostar as bolas na minha buceta. Um calor tomou conta do meu corpo e eu comecei a rebolar naquele membro gostoso. Joni começou um vai e vem devagar e eu sentia seu pau indo e vindo no meu cuzinho. Vai amor, Rapido agora, fode meu rabo com força, vai, fode sua putinha, come meu cu com vontade, vai. Mexe seu puto, mexe com força, mete a vara toda no meu rabo.

Joni urrava de tesão e fazia o vai e vem cada vez mais rápido, até que d puxou minhas ancas de encontro a si e segurou, Gritou um palavrão e urrou um gemido altíssimo. Senti meu cu se encher de esperma quente e seu pau latejava dentro do meu cuzinho que eu gozei também muito gostoso molhando o lençol da cama e rebolando muito naquela vara enterrada em mim.Deitei com Joni ainda com a pau dentro e ele deitou em cima esperando seu pau amolecerEu tinha tido um orgasmo como a tempos não tinha. Joni confessou que estava apaixonado e queria sair comigo sempre. Dei-lhe um beijo e disse que sim. Uma vez por semana as vezes mais a gente transa bem gostoso. Depois eu conto o que fizemos naquela escada num outro dia, mas isso é outra historia.

Autoria do Conto: Carmo

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

One comment

  1. Adorei conto,uauuu que tesão

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Atenção!

O site rabiscosecontoseroticos.xyz foi descontinuado, apartir de hoje todos os contos será inseridos num novo domínio.

Novo domínio é contoseroticosvip.com 

Se quer continua a ler os nossos contos que diariamente sai um conto novo aceda então ao novo site/domínio.

Administração Contos Eróticos