Gordinha Traidora

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Esta história é verídica, por isto não coloco nomes. Sou militar recém da reserva, separado, tenho 54 anos, moro num apt. e só, numa cidade satélite de BH e em frente ao meu mora um casal de quase 30 anos, apesar de eu já morar neste a mais de um ano não temos amizade, somente bom dia ou olá e nem o nome sei. Ele alto, entre 1.80 a 1.90, magro e metido a galão por ser bem aparentado e ela uma pedagoga, da aula, baixa de 1.60, gorda de uns 90 kilos, mais muito bonita de rosto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Certo dia a noite ele bate no meu apt. e pergunta se eu entendia de chuveiro, pois o seu pifou, lhe disse que tinha uma noção, então pediu se eu não poderia dar uma olhada já e ele não entendia nada e como já era 20:00 horas era difícil arrumar um técnico. Pequei minha chave teste e um alicate e fui ver, era a resistência arrebentada e não tinha como arrumar, teria que comprar uma nova e como era um chuveiro moderno só iria encontrar em lojas especializadas que naquelas alturas da noite seria impossível.

Ofereci meu apt para ele, esposa e seu casal de filhos tomarem banho, aceitaram e a partir dai começamos uma amizade mais fraterna.
Ele tinha uma grande empresa de contabilidade no centro de BH e já transcorria uns 6 meses desde que começamos a ter uma amizade mais concreta, quando num certa manhã ela me chamou e me disse que tinha informação que seu marido tinha uma amante e era a sua secretaria, que frequentavam um motel sempre na hora do almoço. Queria pega-lo no flagrante e se eu podia lhe ajudar.

Falei que desde que não me comprometesse não teria problema e assim por três dias seguidos fomos e nada que comprometesse seu marido, ai lhe disse, este é o ultimo dia, se não der desisto. Mas no quarto dia deu certo, os seguimos até um motel, eles entraram, ela desesperada queria saltar e fazer escândalo, arranquei o carro rápido para o desespero dela, gritava que nem uma louca, me xingava, falei que não adiantava, que ela só iria se rebaixar.

Parei o carro num bar, comprei agua, ela mesmo chorando muito tomou e se acalmou, foi quando eu disse, a melhor resposta que podias dar a ele era o cornear também! Foi quando ela olhou serio para mim e disse: – Topas, disse: por que não e fomos para o mesmo motel onde seu marido estava com a secretaria.

Fiquei ajeitando um canal de putaria e ela foi Tomar banho, veio enrolada na toalha e ai fui eu tomar meu banho, voltei também de toalha enrolada e me deitei a seu lado e começamos a nos arretar, me confidenciou que casou com 17 anos e nunca namorou ninguém a não ser seu marido e que tinha um pouco de vergonha, lhe disse para relaxar que a iria deixar a vontade e que não iria fazer nada que ela não quisesse.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Deu-me um beijo na boca com volúpia, e lhe tirei a toalha úmida, era gorda, mais um gordo parelho, sem celulite, uns peitão e uma boceta raspadinha, tirei minha toalha e levei sua mão até meu pau que estava duro e comecei a passar a linga naquele mamilo e arretar a boceta, fui descendo por seu corpo até chegar a boceta raspadinha, tinha um grelo grande e lindo, comecei a chupar, ela começo a ficar excitada e louca de tesão, dizia que o marido nunca a tinha chupado, num certo momento começou a tremer toda e a gritar, gosou com minha boca em sua boceta, subi para cima e enterrei meu pau, naquela xana gostosa, depois de copular muito gosei e a enchi de porra, caímos exaustos um de cada lado.

Descansamos e não demorou começamos o arreto de novo a virei de costas, coloquei um travesseiro em sua barriga e comecei a chupar a boceta por trás e de vez em quando passava a língua naquele cu rosado e sentia que piscava cada vez que enfiava a língua, perguntei se ela estava com tesão no cu, disse que sim, mas que nunca tinha feito sexo anal, pequei lubrificante que tinha na mesinha, lambuzei meu pau e a borda do seu cuzinho e comecei a brincar, enfiando só a cabecinha para acostumar, senti as pregas cederem, e eu só brincado colocando e tirando só na bordinha, nisto ela pede para colocar tudo pois não estava aguentado de tesão, enterrei, ele mexendo no clitóris e eu fodendo aquele cu e assim ficamos por um bom tempo, até que ela gosou outra vez e em seguida eu gosei.

Descansamos, já era 15:30 horas, ficamos mais de 2 horas e meia no motel e viemos embora. Eram 20:00 horas do mesmo dia quando a minha campainha bate, era meu vizinho, levei um susto, mas me disse que sua esposa tinha feito um frango no forno e insistiu para me convidar a cear com eles.

Fui, a mesa estava pronta e regado a vinho, conversamos sobre assuntos banais, numa certa hora seus filhos se recolheram, depois ele foi no banheiro, ela veio até mim, me beijou na boca passando a mão no meu pau e disse: – Já estou com tesão de novo e nos dois lados.
Isto foi a 2 anos e 3 meses atrás, segundo ela seu marido comparece de vez em quanto, mas o gostoso é comigo. Hoje somos amantes, pois ela só me telefona para deixar a porta do meu apt. aberta e entra.
Enquanto o corno deve ficar se saciando com a secretaria, deixa aquela gordinha gostosa para mim foder.

[passster password=”ptfm9WH7NUzP”][/passster]

Conto enviado por: Vilasio Silveira (Obrigado)

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

One comment

  1. Nossa….adoro uma gordinha é muita tezuda
    Tenho uma, é uma delícia chupar a xana…
    Tudo nela é gostoso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Atenção!

O site rabiscosecontoseroticos.xyz foi descontinuado, apartir de hoje todos os contos será inseridos num novo domínio.

Novo domínio é contoseroticosvip.com 

Se quer continua a ler os nossos contos que diariamente sai um conto novo aceda então ao novo site/domínio.

Administração Contos Eróticos