Fugidinha da festa de aniversário

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Escrevo esse conto que ainda está fresco na minha memória. Tenho passado meus finais de semana reencontrando velhos amigos e consequentemente conhecendo pessoas novas como a que irei relatar abaixo.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Em um dos encontros que tive com um grande amigo da época do colégio, passei a ir com ele e seus amigos a alguns barezinhos. Como já disse anteriormente, não sou do tipo fácil de me enturmar e muito menos puxar conversa, sendo necessário um “start” por parte de terceiros para que possa me soltar! Conheci Lais em um desses encontros e estava acompanhada de seu namorado, comunicativa, logo puxou conversa comigo e ficamos praticamente a noite toda enquanto os outros bebiam e se divertiam na pista de dança. Adicionei seu contato no Whatsapp e nossas conversas continuavam durante as semanas seguintes a partir dali!

Em todo esse tempo nunca falamos sobre putaria ou sobre como era seu relacionamento, mantivemos o respeito e o foco na amizade até esse último Domingo! Fui convidado para a comemoração de seu aniversário que rolaria em um bar que íamos sempre, muitos de nossos amigos estavam lá quando cheguei mas não a vi (Pra variar, estava MUITO atrasado!) cumprimentei a todos e vi que Lais conversava com o namorado na área externa e depois o vi rumando em direção a saída para não aparecer mais! Sentou-se a minha mesa e nada disse sobre isso (Também não perguntei!) e começamos a conversar como fazíamos normalmente!

Não havia reparado antes o quanto ela é gostosa e como deixei passar seus atributos que normalmente chamam a minha atenção. Usava um vestido azul na altura das coxas e um generoso decote, a boca e o batom que usava era bem atrativo e depois de algumas tequilas, não conseguia tirar os olhos dos seus seios e de sua boca. Certamente ela deve ter percebido (Até porque sou péssimo em disfarçar!) e passou a morder os lábios e estufar seu peito fazendo seus seios deliciosos aumentarem de tamanho consideravelmente:

– Não trouxe nenhum presente pra mim, né Vi?

– Até trouxe, mas esqueci de embrulhar! – Falei brincando e apontando pra mim!

– Pra mim ainda tá bem embrulhado! – Falou se aproximando e apoiando as mãos nas minhas coxas!

– Cuidado! Ta chegando perto demais!

– E vai fazer o que? – Falou num tom provocativo!

Deixei minhas mãos correrem por suas coxas grossas devagar, apertei cravando meus dedos e a puxei para mais perto de mim! Me aproximei de seu ouvido e sussurrei:

– Aproveitar que seu namorado não está aqui e beijar essa boca gostosa!

A reação que causei depois disso me deixou muito excitado, a maioria das pessoas conhece apenas o cara por trás dos contos! Pega de surpresa, tentou recuar e eu a segurei mais firme sussurrando em seu ouvido tudo o que tinha vontade de fazer com ela, olhava os pelos dos seus braços se arrepiando e os bicos dos seios entumecidos marcarem o vestido, ouvia em alguns momentos ela soltar a respiração mais forte e já não fazia mais nada além ouvir! Sentindo que tinha chegado ao meu objetivo, voltei a encostar as costas na cadeira e a olhei me deliciando com as reações causadas por tudo que havia falado, certamente tudo o que disse rodeava sua cabeça e sorri passando a língua nos dentes e dando um gole na minha cerveja!

– Nossa! – Disse depois de um tempo! – Acho que está na hora de ir embora!

– Mas já?

– Sim… e quero levar meu presente pra casa! Me encontra no carro!

Agora foi a minha vez de me surpreender e ficar olhando boquiaberto ela se levantar e ir em direção ao estacionamento! Percebendo o que estava rolando, esse meu amigo disse que “passaria um pano” para nós e que ficasse tranquilo, me despedi de todos e a encontrei no carro! Meu tesão estava tão grande naquele momento que a beijei como se fosse devorá-la assim que entrei, e que boca maravilhosa! Mordia meus lábios, me puxava pela nuca e a arranhava, minha mão corria entre suas coxas para baixo de seu vestido tocando sua buceta por cima da calcinha!

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Contos Eroticos novo site aqui

Não daria tempo para chegar a sua casa e muito menos a minha (Moro do lado oposto de onde estávamos!), já era alta madrugada e não sabíamos de nenhum Motel por ali próximo então encostamos em uma praça deserta! Deitamos os bancos e logo estava avançando em cima dela abaixando as alças de seu vestido e caindo de boca em seus seios sugando e mordendo seu mamilos, circulando com a língua enquanto apertava o outro cravando os dedos! Suas unhas arranhavam minhas costas por baixo da camiseta, me chamava de safado e de muitas outras palavras que servem apenas para aumentar a minha fome!

Desci beijando seu corpo ate as coxas, mordendo por dentro delas e subindo devagar ate sua virilha! Ela mesmo afastou sua calcinha e puxou minha cabeça para chupá-la, sem se conter gemia alto e rebolava esfregando meu rosto em sua buceta. Eu me afastava e passava a língua lentamente entre os lábios olhando para sua cara de tesão e desespero ao ver que eu parava o que fazia, torturando sem piedade!

Segurei seus cabelos cacheados pela nuca e a beijei para sentir seu gosto, ofegante e descontrolada, abriu o zíper da minha calça apertando meu pau e o tirando da cueca em riste! O enfiou na boca de uma vez e sem cerimônias ou preocupações, ia fundo até que sufocasse e tirava de uma vez usando a língua em toda a sua extensão para espalhar a saliva que escorria, batia com ele em seu rosto, punhetava e depois voltava a chupar faminta!

Pulou no meu colo segurando minha pica lambuzada pela base com uma mão e com a outra afastou sua calcinha, passou a glande entre os lábios ate tocar seu grelo e depois o encaixou para cavalgar em um ritmo frenético! Eu apertava sua cintura e mamava seus seios sugando sem me preocupar se deixaria marcas, ela puxava meus cabelos e batia no meu rosto me chamando de safado, cachorro e outras coisas que adoro! Enrolei sua calcinha na mão e puxei ate que estourasse e não ter nada que atrapalhasse nossa foda, passei o fundo lambuzado com seu mel em seus lábios e a beijei apertando sua bunda e forçando-a a cavalgar mais rápido! Sua respiração estava mais ofegante e seus gemidos mais altos, já nem conseguia mais me beijar quando gozou forte soltando seu corpo contra o meu e me apertando forte! Anunciei meu gozo pouco depois e ela me pediu que saísse do carro, abri a porta e fiquei em pé do lado de fora, enquanto sentada no banco do passageiro me chupava e batia com ele em seus seios, pedindo para que gozasse neles! Punhetei e urrando de tesão lhe dei seu presente, um lindo colar de pérolas!

Me olhando e espalhando minha porra com os dedos e depois limpando com a língua, sorria safada e satisfeita:
– Obrigada pelo presente, Vi!
– Feliz aniversário, Lais!
Espero que tenham gostado!

E-mail: [email protected]
Skype: victorlionheart
Insta: lionheartvictor

Conto enviado por:  Victor Lionheart (Obrigado)

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo Whatsapp? Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Atenção!

O site rabiscosecontoseroticos.xyz foi descontinuado, apartir de hoje todos os contos será inseridos num novo domínio.

Novo domínio é contoseroticosvip.com 

Se quer continua a ler os nossos contos que diariamente sai um conto novo aceda então ao novo site/domínio.

Administração Contos Eróticos