Tirando a Virgindade de Milena - Contos Eróticos

Tirando a Virgindade de Milena

Olá, tudo bem? Meu nome é Pietro(nome fictício)tenho 29 anos, 1,80 de altura, magro, claro, dono de um modesto pau de 24cm, bem grosso. Sou apaixonado por sexo, e estudo sobre o assunto desde os 15 anos. Enquanto os meninos da minha idade queriam, ver filmes e revistas, eu por vez sonhava em ser bom de cama.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Em relação isso eu tenho alguns gostos peculiares, aprendi várias formas e métodos de fazer uma mulher a chegar ao seu ponto máximo de prazer, seja através do toque, palavras, preliminares, ou até a formas de metidas, sendo assim minha prioridade passou a ser minha parceira e O seu prazer. Logo passei a sentir tesão em ver a pessoa gozar, não costumo gozar antes que a parceira, comigo quem goza primeiro é a mulher ou gozamos juntos. Tenho outros gostos bem peculiares, pois para mim sexo se tornou uma arte, um fuder gostoso se tornou uma rotina agradável, (Há eu faço amor também tá).

O relato que venho fazer hoje é sobre uma namorada que eu tinha quando ainda tinha uns 19 anos, eu já tinha certa experiência devido o meu fascínio por sexo; Na época eu ainda servia o exército e havia acabado de sair do batalhão e tinha combinado com ela que ia vê-la a noite.

Passei em casa e tomei um banho, passei um belo perfume, até aquele momento, só tínhamos trocado carícias, e ficadas quentes eu nunca se quer havia chupado ela ainda, deu a hora combinada e me dirigi a casa dela que ficava próximo a minha.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Ao chegar ela me esperava com um vestidinho e uma micro calcinha que percebi quando tasquei um beijo ardente e intenso, junto com uma boa passada de mão (costumo ser bem safado). Em seguida ficamos na varanda dando uns amassos esperando ela a mãe dela ir embora, enquanto isso não aconteceu eu trabalhava com maestria usando os meus dedos no clitóris dela bem devagar, primeiro por cima da calcinha, e em seguida já dentro, ela começou a soltar gemidos discretos pois sua mãe ainda estava lá, logo eu já estava com dois dedos e em seguida três, fudendo ela bem gostoso com minha mão, a ponto de ela inundala com sua primeira gozada.

Não resisti aquela cena e cai de boca usando a minha língua em sentido horário e ante horário, levemente sugando e passando a língua lentamente no clitóris, de várias formas possível, logo ela soltou um suspiro profundo e a gozou em minha boca.

Nós recompomos e logo sua mãe anunciou que ia embora, foi o sinal verde assim que sua mãe saiu, ela me colocou sensado no tapete da sala, tirou a calcinha, e começou a sentar de forma descontrolada, e a gritar e quicar como ninguém, ela sentou por umas meia hora de várias formas possíveis, até que não resisti e gozei junto com ela naquela posição, lembro que descansamos um pouco e logo continuamos, transamos a noite toda entre intervalos e de várias posições.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Um comentário

  1. Leandro Anjos Brito

    Os contatos são ótimos

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*